Portfólio

Engenharia de Processos

A área de Engenharia de Processos caracteriza-se pelo estudo, análise e detalhamento dos processos produtivos industriais, de modo a otimizá-los visando a maior eficiência energética. Os trabalhos desenvolvidos nesse âmbito transcendem os sistemas químicos e petroquímicos e se estendem a setores diversos, nos quais os conceitos de balanço de massa, energia e movimento possam ser aplicados.

Nessa área, os projetos são realizados a partir da observação de todo o sistema de produção e da identificação de possíveis gargalos. Partindo dessa premissa, é necessária a construção de um Block Flow Diagram (BFD), o qual além de fornecer uma visão geral do processo, auxilia na determinação dos pontos passíveis à otimização. Desse modo, essa etapa permite definir as melhores zonas de trabalho, de acordo com as principais necessidades e objetivos de cada empresa.

A etapa seguinte concentra-se no estudo, análise e detalhamento de dados e informações fornecidas pela empresa, com base nisto é possível determinar um software que melhor se adeque a tarefa de obter os melhores resultados de acordo com o planejamento da fase anterior. A equipe técnica do Programa Aliança possui vasto conhecimento no uso de ferramentas precisas e confiáveis, as quais são capazes de cobrir uma vasta gama de processos dos mais diversos ramos da indústria, são elas: Aspen Plus ® , Aspen Dynamics ® , MatLab ® , CFX ® ou Python ® .

Os resultados obtidos mediante o uso dos softwares passam por uma etapa de validação junto à empresa. Nesta fase, os engenheiros encarregados, em conjunto com a equipe técnica do Programa Aliança, analisam os dados gerados pela ferramenta e comparam aos dados reais da planta, por fim, o modelo desenvolvido é validado. Posteriormente à validação, novos cenários são gerados com base na condição inicial, estes contêm novas propostas para ajuste e otimização, além de potenciais ganhos, os quais são estimados através da manipulação das variáveis de processo, como vazão, composição, temperaturas etc. Eventuais modificações e melhorias no modelo podem ser realizadas durante a fase de assistência, período onde o modelo sugerido é gradualmente implantado através de testes realizados na planta.