Indústrias Atendidas

A Anglo American é uma empresa global de mineração diversificada. Em suas operações, possuem produção de diamantes, cobre, metais do grupo da platina, minério de ferro, carvão e níquel. A empresa trabalha apenas com ativos minerais de vida útil longa. Sua sede está localizada em Londres, Reino Unido. O escritório corporativo no Brasil está situado em Belo Horizonte, Minas Gerais. Em agosto de 2008, a Anglo American criou a Anglo Ferrous Brazil – atual Minério de Ferro Brasil – formada a partir da aquisição do Projeto Minas-Rio (extração, beneficiamento e transporte dutoviário de minério de ferro. O Minas-Rio tem sua mina em Conceição do Mato Dentro, Minas Gerais, e a unidade de beneficiamento no município mineiro de Alvorada de Minas. Também faz parte do projeto o maior mineroduto do mundo, com 529 km de extensão, que atravessa 33 municípios mineiros e fluminenses. Atualmente, possui uma planta de níquel em Niquelândia, a Codemin, no estado de Goiás, produzindo cerca de 10 mil toneladas anuais de níquel contido em liga de ferro-níquel. O grupo ampliou sua produção de níquel em 45,5 mil toneladas anuais de níquel, por meio da nova unidade, em Barro Alto, também no estado de Goiás.

Atualmente a Anglo American conta com 7 linhas de ação em andamento e 0 linhas concluídas, com um ganho efetivo obtido de 2 116,40 MWh e um total esperado de 43 000,00 MWh.

A Aperam surgiu como um player global em aços inoxidáveis, especiais elétricos e ligas de níquel com capacidade para produzir 2,5 milhões de toneladas de aços planos inoxidáveis. São 30 escritórios de vendas em todo o mundo com suporte ao cliente, 19 centros de serviços, incluindo 10 plantas e instalações de transformação, e cerca de 9.800 empregados. Além disso, é líder em nichos de alto valor agregado – ligados e especiais. O negócio é organizado em três divisões: Aços Inoxidáveis & Elétricos; Serviços & Soluções; Ligados & Especiais (Specialities). A indústria é concentrada em seis plantas principais, localizadas no Brasil, Bélgica e França, e conta com uma rede altamente integrada de distribuição, processamento e serviços, além de uma capacidade única, no caso do Brasil, de produzir inoxidáveis e especiais, usando biomassa de forma competitiva (carvão vegetal). No Brasil, sua usina está situada no município de Timóteo, tendo escritórios em Belo Horizonte e unidades de distribuição, fabricação e distribuição nas cidades de São Paulo, Caxias do Sul, Campinas, Sumaré e Ribeirão Pires. A Aperam Bioenergia é a encarregada da produção de carvão vegetal para uso siderúrgico, a partir de florestas de eucalipto, com principal área de atuação no vale do Jequitinhonha.

Atualmente a Aperam conta com 7 linhas de ação em andamento e 0 linhas concluídas, com um ganho efetivo obtido de 7 894,74 MWh e um total esperado de 24 000,00 MWh.

Maior produtor de aço do mundo e um dos maiores em mineração, o Grupo ArcelorMittal está presente em mais de 60 países, com operações industriais em 19 deles. A ArcelorMittal Brasil é a maior produtora de aço do país, com capacidade instalada superior a 12,5 milhões de toneladas/ano. Com plantas industriais em seis estados, emprega cerca de 17 mil pessoas. Produz aços longos e planos de alta qualidade para indústrias automobilística, de eletrodomésticos, embalagens, construção civil e naval. Também atua em mineração, geração de energia, produção de biorredutor renovável e tecnologia da informação. Sua ampla rede de distribuição e serviços atende às demandas dos mercados doméstico e internacional. No Brasil é a maior produtora de Aços Longos. Com operações industriais nos estados brasileiros da Bahia, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo e comerciais em todo o país, por meio da Rede de Distribuição, oferecendo ao mercado produtos e soluções para Construção Civil, Indústria e Agronegócio. A ArcelorMittal Tubarão localizada na região da Grande Vitória, Estado do Espírito Santo, no sudeste brasileiro, possui uma área total de 13,5 milhões de m2, sendo que a usina ocupa 7 milhões de m2. Sendo uma unidade de produção integrada de aços planos, com capacidade de produção anual de 7,5 milhões de toneladas de aço em placas e bobinas a quente. Junto com a unidade de Vega, atende ao segmento de aços planos produzindo placas, bobinas a quente, laminados a frio e galvanizados, comercializados nos mercados interno e externo.

Atualmente a Arcelormittal conta com 15 linhas de ação em andamento e 0 linhas concluídas, com um ganho efetivo obtido de 13 125,00 MWh e um total esperado de 198 412,68 MWh.

Companhia Siderúrgica Nacional - Aço

A CSN é um complexo siderúrgico integrado, ela atua em cinco setores: siderurgia, mineração, logística, cimento e energia. Atualmente, entre seus ativos, a empresa conta com uma usina siderúrgica integrada; cinco unidades industriais, sendo duas delas no exterior; minas de minério de ferro, calcário, dolomita e estanho; uma forte distribuidora de aços planos; terminais portuários; participações em ferrovias; e participação em duas usinas hidrelétricas. Atuando em toda a cadeia produtiva do aço, desde a extração do minério de ferro até a produção e comercialização de uma diversificada linha de produtos siderúrgicos que incluem aços planos, revestidos, galvanizados, pré-pintados, folhas metálicas e aços longos (vergalhão e fio-máquina). A Companhia tem unidades em Volta Redonda (Usina Presidente Vargas) e Porto Real, ambas no Estado do Rio; e em Araucária, no Paraná. No exterior, tem unidades em Portugal (Lusosider) e na Alemanha (SWT). Uma das maiores siderúrgicas da América Latina, a Usina Presidente Vargas está localizada em Volta Redonda (RJ), a 141 km da cidade do Rio de Janeiro, e tem capacidade anual de produção de 5,8 milhões de toneladas de aço. Os dois altos-fornos atualmente em operação na Usina Presidente Vargas produzem, em conjunto, 12,8 mil toneladas de ferro-gusa por dia.

Atualmente a Companhia Siderúrgica Nacional - Aço conta com 3 linhas de ação em andamento e 8 linhas concluídas, com um ganho efetivo obtido de 65 174,14 MWh e um total esperado de 102 500,00 MWh.

Companhia Siderúrgica Nacional - Cimentos

Fundada em abril de 1941, o grupo CSN foi o primeiro produtor integrado de aço plano no Brasil. Atualmente, o grupo é um dos complexos siderúrgicos mais integrados do mundo e atua em cinco setores da indústria: siderurgia, mineração, logística, cimento e energia, atuando em 18 estados brasileiros e dois países da Europa, Alemanha e Portugal. O setor de cimentos do grupo, com unidade produtiva situada no município de Arcos, no estado de Minas Gerais, iniciou suas operações em 2015 e atualmente é um dos líderes de venda do mercado. O cimento produzido nesta unidade é o Portland, material de maior uso na construção civil.

Atualmente a Companhia Siderúrgica Nacional - Cimentos conta com 6 linhas de ação em andamento e 0 linhas concluídas, com um ganho efetivo obtido de 10 555,56 MWh e um total esperado de 15 600,00 MWh.

A Gerdau atua na produção de aços longos nas Américas e é uma das maiores fornecedoras de aços longos especiais no mundo. Tem uma capacidade instalada de mais de 25 milhões de toneladas de aço e é a maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 73% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, são 13 milhões de toneladas de sucata que são transformadas em diversos produtos de aço. Hoje tem uma presença em 14 países: Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, República Dominicana, Guatemala, Índia, México, Peru, Espanha, EUA, Uruguai e Venezuela. No Brasil, também produz aços planos e minério de ferro. Possuindo unidades em diversos estados, como a Usina Açonorte, localizada em Recife, Pernambuco, Usina Barão de Cocais - Barão de Cocais, Minas Gerais, Usina Cearense - Maracanaú, Ceará, Usina Cosigua - Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, entre outras. A Cosigua é a principal usina do grupo no Brasil, localizada no Rio de Janeiro, e a maior produtora de aços longos da América Latina.

Atualmente a Gerdau conta com 18 linhas de ação em andamento e 0 linhas concluídas, com um ganho efetivo obtido de 493,00 MWh e um total esperado de 14 800,00 MWh.

Nexa Resources - Juiz de Fora

A Nexa Resources é uma empresa global, que faz parte do portfólio da Votorantim Metais, e é resultante da aquisição, por parte da Votorantim, da metalúrgica peruana Milpo. Atualmente, a empresa está entre as cinco maiores produtoras de zinco do mundo, sendo a maior na América Latina. Alguns números da Nexa Resources incluem uma receita líquida de US$2,5 bilhões, um Ebtida de US$605 milhões e mais de 5500 colaboradores. Ao todo, a Nexa possui 12 unidades industriais, que vão desde a mineração até a produção final de produtos como Zinco, Cobre, Chumbo, Prata e Ouro. Destas 12 unidades, 6 estão localizadas no Brasil, das quais 4 estão localizadas no estado de Minas Gerais (Vazante, Morro Agudo, Três Marias e Juiz de Fora), 1 está localizada no estado de Mato Grosso (Aripuana) e 1 está localizada no estado do Rio Grande do Sul (Caçapava do Sul). A unidade de Juiz de Fora pertence integralmente à Nexa Brasil, tendo começado suas operações no ano de 1980. A unidade faz uso das tecnologias RLE (Roast Leach Electrowin), para obtenção do zinco metálico, e Forno Waelz para o reaproveitamento dos resíduos de aciaria elétrica que contém zinco. Nos últimos anos, a produção de zinco na unidade de Juiz de Fora foi da ordem de 87 mil toneladas, das quais 81,8 mil foram vendidas na forma de zinco metálico.

Atualmente a Nexa Resources - Juiz de Fora conta com 11 linhas de ação em andamento e 0 linhas concluídas, com um ganho efetivo obtido de 0,00 MWh e um total esperado de 39 140,00 MWh.

Nexa Resources - Três Marias

A Nexa Resources é uma empresa global de mineração e metalurgia de metais não-ferrosos, resultado da fusão da brasileira Votorantim Metais e a peruana Milpo. Está entre as cinco maiores produtoras mundiais de zinco, ocupando posição de liderança na América Latina, e conta com um portfólio diversificado, que contempla também: cobre (Cu), chumbo (Pb), prata (Ag) e outros minérios. A companhia compõe o portfólio de negócios industriais gerido pela Votorantim S.A., um dos maiores conglomerados empresariais da América Latina, que reúne outras empresas com ênfase em setores de base da economia, tais como: cimento e materiais de construção, siderurgia, alumínio, energia, celulose e agronegócio. No Brasil, além de um escritório central localizado em São Paulo (SP) e outro escritório em Belo Horizonte (MG) a Nexa Resources mantém quatro operações industriais no estado de Minas Gerais (MG). Duas delas são voltadas para a extração e o beneficiamento de zinco, chumbo e prata, e estão localizadas nas cidades mineiras de Vazante (MG) e Paracatu (MG). Outras duas operações são responsáveis pela metalurgia de zinco e polimetálicos, e ficam localizadas, respectivamente, nos municípios de Três Marias (MG) e Juiz de Fora (MG). A unidade Três Marias está localizada no município de Três Marias, Norte de Minas Gerais, sendo uma unidade de metalurgia de zinco.

Atualmente a Nexa Resources - Três Marias conta com 9 linhas de ação em andamento e 0 linhas concluídas, com um ganho efetivo obtido de 17 368,41 MWh e um total esperado de 108 491,00 MWh.

Participante, ao lado das empresas Extrafarma, Ipiranga, Ultracargo, Ultragaz, Holding e Ultrapar, de um dos principais grupos empresariais do país, o Grupo Ultra, a Oxiteno é uma das maiores produtoras de óxido de eteno e de seus principais derivados na América Latina, sendo a única no Brasil. Além disso, a Oxiteno é líder na produção de tensoativos e especialidades químicas, e a única produtora de álcoois graxos e coprodutos na América Latina. A Oxiteno possui doze unidades industriais no Brasil (Camaçari, Mauá, Tremembé, Suzano e Triunfo), Estados Unidos (Pasadena, Texas), Uruguai (Montevidéu), México (Guadalajara, San Juan del Rio e Coatzacoalcos) e Venezuela (Santa Rita) e escritórios comerciais na Argentina (Buenos Aires), Bélgica (Bruxelas), China (Xangai) e Colômbia (Bogotá). Seus produtos são empregados em muitos setores industriais, como cosméticos, detergentes, defensivos agrícolas, poliéster, embalagens, petróleo e tintas e vernizes. Os seus produtos podem ser classificados como commodity ou como especialidades químicas, dependendo de sua aplicação final. As principais commodities produzidas pela Oxiteno são o óxido de eteno e o monoetileno glicol. Por sua vez, as principais especialidades químicas produzidas pela empresa consistem em tensoativos, amaciantes, dispersantes, emulsionantes e fluidos hidráulicos.

Atualmente a Oxiteno conta com 9 linhas de ação em andamento e 0 linhas concluídas, com um ganho efetivo obtido de 0,00 MWh e um total esperado de 2 000,00 MWh.

Rima Industrial

Uma das principais indústrias de metalurgia do Brasil, a Rima Industrial S.A., ocupa a posição de líder mundial na fabricação de ferro-ligas, feitas à base de silício e usadas tanto nas indústrias de fundição quanto nas de siderurgia. Além disso, é o único produtor de magnésio primário em todo o Hemisfério Sul, possuindo a segunda maior fundição sob pressão de magnésio do mundo, na qual são produzidas peças fundidas em ligas de qualidade reconhecida mundialmente. A Rima Industrial S.A. é a única empresa do mundo a produzir peças automotivas, na mesma planta, partindo diretamente do minério (dolomita) e utilizando a tecnologia de transporte de magnésio líquido e reciclagem interna de retornos de fundição. A empresa atua em quatro divisões industriais, a saber, magnésio, silício metálico, ferro ligas e automotiva.

Atualmente a Rima Industrial conta com 2 linhas de ação em andamento e 5 linhas concluídas, com um ganho efetivo obtido de 9 772,73 MWh e um total esperado de 14 266,00 MWh.

Suzano-Papel e Celulose

A Suzano-Papel e Celulose é um dos maiores produtores integrados de papel e celulose de eucalipto da América Latina. Com operações em cerca de 60 países, a empresa é o segundo maior produtor mundial de celulose de eucalipto, um dos dez maiores produtores de celulose de mercado e líder regional no mercado de papel para uso doméstico e comercial. Controlada pela Suzano Holding, a empresa possui cinco unidades industriais no Brasil – distribuídas nos estados de São Paulo (Suzano, Rio Verde e Limeira), Bahia (Mucuri) e Maranhão (Imperatriz). Juntas, estas unidades correspondem a uma capacidade produtiva anual na faixa de 5 milhões de toneladas por ano. Além das unidades industriais no Brasil, a Suzano Papel e Celulose também possui duas subsidiárias, uma na Inglaterra e outra na Argentina, bem como três escritórios de vendas na China, Estados Unidos e Suíça. Após a sua fusão com a Fibria Celulose S.A., em janeiro de 2019, a Suzano passou a ter resultados financeiros expressivos, fechando o mesmo ano com EBITDA de R$10,7 bilhões de reais e receita líquida na casa dos R$26 bilhões, resultados obtidos a partir da venda de 10,7 milhões de toneladas de produtos.

Atualmente a Suzano-Papel e Celulose conta com 5 linhas de ação em andamento e 0 linhas concluídas, com um ganho efetivo obtido de 555,56 MWh e um total esperado de 11 500,00 MWh.

Valourec & Sumitomo Tubos do Brasil

Uma das maiores e mais modernas siderúrgicas integradas do mundo, a Valourec & Sumitomo Tubos do Brasil (VBS), pertencente à joint venture formada pelo grupo francês Vallourec e pelo japonês Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation (NSSMC), ocupa a posição de líder no mercado nacional em produção de tubos de aço sem costura, e fornece produtos, principalmente, para o mercado de energia, além do setor industrial, incluindo mecânico, automotivo e de construção. A VSB possui duas plantas para a produção de tubos de aço sem costura no Brasil, uma em Belo Horizonte (Minas Gerais), no distrito de Barreiro, e a outro no município de Jeceaba, também no estado de Minas Gerais. A usina de Barreiro é um dos complexos de aço mais bem equipados do mercado internacional, produzindo tubos de aço sem costura para os setores de petróleo, manufatura, automotivo, energia e construção civil. A planta de Jeceaba é uma das plantas de aço mais modernas do mundo, focada na produção de tubos de aço sem costura, exclusivamente para a indústria de petróleo e gás. A planta de Jeceaba possui uma área industrial de 2,5 milhões de m2, conforme apresenta a Figura 4, com capacidade para produzir 600 mil toneladas de tubos de aço sem costura por ano.

Atualmente a Valourec & Sumitomo Tubos do Brasil conta com 11 linhas de ação em andamento e 1 linhas concluídas, com um ganho efetivo obtido de 48 235,30 MWh e um total esperado de 37 500,00 MWh.